Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sete Vidas Como os gatos

More than meets the eye

More than meets the eye

Sete Vidas Como os gatos

28
Jun08

Irratêpê!!!

Rui Vasco Neto

Numa jogada de finíssimo recorte estratégico, o Canal Um da RTP transmitiu esta noite o espectáculo comemorativo do 90º aniversário de Nelson Mandela, em Hyde Park, Londres. 46664 pessoas, diz a organização, em absoluto delírio com o desfile non-stop de grandes vedetas, inspiradas, que foram prestar homenagem a um dos grandes nomes da História mundial deste século misto, vinte/vinte e um. Uma noite de luxo, para qualquer programador.

 

São neste momento duas e pouco da manhã e 'Amy Winehouse vem fazer o grand finale', avisa o comentador de serviço, apesar da cantora ter acabado de sair de cena neste preciso instante e de estar anunciado ainda Bono Vox, entre muitos outros. Há um momento de expectativa e eis que entra em palco um nêgão enorme, de bigode. Não é Amy, aparentemente. Eu juro que já não acho estranho. É que tenho estado a ver a transmissão do espectáculo, quase desde o princípio. E, lamentavelmente, a ouvir uma das maiores colecções de disparates que o mundo alguma vez já ouviu na história das transmissões em directo, seja daquilo que for, futebol incluído (o que torna a coisa mesmo grave). A tradução simultânea do discurso de Mandela, por exemplo, (que o próprio não reconheceria se assistisse à RTP), ficará seguramente para a posteridade como um dos momentos altos do anedotário da radiotelevisão portuguesa, que esta noite bateu todos os recordes da asneira numa só transmissão televisiva.

 

Só para dar uma pequena ideia a quem não viu, a actuação de Amy Winehouse, que foi repetidamente anunciada como o grande momento da noite, foi preenchida na sua quase totalidade pela RTP com um lindíssimo intervalo publicitário (igual a uma série interminável de intervalos comerciais metidos 'a martelo' neste directo, no maior desrespeito pelo espectáculo em si, com promoções ao 'Dança Comigo' e ao 'Terminator', domingo à tarde...) que começou logo a seguir a 'Rehab' e só terminou quando Amy, ela própria, estava também a terminar a sua actuação. Fomos todos, no entanto, ainda a tempo de assistir à sua saída de palco, logo contrariada pelo tal aviso da sua eminente reentrada, adivinhada pelo comentador RTP. «E aí vem então Amy Winehouse para o grand finale desta noite» Foi quando chegou o tal nêgão de bigode, e depois dele o resto da transmissão, que ainda dura. Abençoada RTP. Que seria de Portugal, de todos nós, sem ela? Um enorme, imenso bocejo, por certo.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sete vidas mais uma: Pedro Bicudo

RTP, Açores

Sete vidas mais uma: Soledade Martinho Costa

Poema renascido

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D