Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sete Vidas Como os gatos

More than meets the eye

More than meets the eye

Sete Vidas Como os gatos

24
Jul08

Ali Baba faz novos amigos

Rui Vasco Neto

João Vale e Azevedo foi hoje representado no tribunal de magistrados de Westminster por Owen Davies, um reputado advogado britânico que argumentou pela extradição do ex-presidente chileno Augusto Pinochet para Espanha em 1998. Na altura, Owen Davies integrou a equipa jurídica da organização não-governamental Amnistia Internacional, que se juntou à acusação para executar o mandado de captura emitido em Espanha para que Pinochet enfrentasse a Justiça pela morte de cidadãos espanhóis.

 

Hoje, foi graças à intervenção de Owen Davies que o tribunal aceitou protelar a audiência por dois meses, para 25 de Setembro, para avaliar o pedido de extradição de Vale e Azevedo pelas autoridades portuguesas. O causídico britânico pediu o adiamento para poder apresentar «novas provas», que podem ser testemunhos ou pareceres jurídicos de entidades portuguesas, os quais se comprometeu entregar, devidamente traduzidos, até 22 de Agosto. Owen Davies está associado a vários processos ligados à defesa dos direitos humanos e de vítimas de tortura. No final dos anos 1970 procurou evitar a extradição de Astrid Proll, cidadã alemã condenada por envolvimento em crimes como membro do grupo Baader-Meinhoff, para a Alemanha. Owen Davies tem o título de Queen's Counsel (QC), uma distinção entre os advogados britânicos apenas concedida a um décimo do total da profissão, que normalmente tratam de casos mais importantes e complexos. 

 

Na tribuna, o juíz Tim Workman, um dos principais em Inglaterra, tem também ampla experiência neste tipo de casos de extradição. Recentemente, ficou conhecido por recusar a extradição para a Rússia do refugiado checheno Akhmed Zakayev e do empresário Boris Berezovsky, opositor declarado de Vladimir Putin. Em representação do Estado português esteve a procuradora da Coroa (equivalente ao Ministério Público) Melanie Cumberland. No ano passado, Cumberland argumentou com sucesso pela extradição de três membros suspeitos de pertencerem ao grupo separatista basco ETA.

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sete vidas mais uma: Pedro Bicudo

RTP, Açores

Sete vidas mais uma: Soledade Martinho Costa

Poema renascido

Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2009
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2008
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2007
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D